A história da pequena bolota

“Era uma vez uma fonte de luz. Uma fonte de luz cheia de vida, cheia de ginga, cheia de energia boa. Que vivia num lugar lindo, paradisíaco.
Certo dia, olhando outros seres que viviam em outro plano do planeta, ela viu uma pessoa. Uma mulher. Uma mulher bem decidida a produzir, criar, cuidar e amar um outro mundinho, a partir de si mesma.
Era bonito vê-la buscando tanta informação. E achava também meio divertido o fato de ela ler tanto sobre datas e métodos mundanos para produzir esse mundinho – mesmo que ela não os praticasse ativamente -como se isso lhe desse mais certeza da capacidade inata que o seu corpo possui para tal função. “Humanos e suas manias de controle”, era o que pensava, rindo, a pequena luz. Depois de muito observar, e sabendo que iria ser muito bem cuidada e muito amada por aquela família, resolveu – rapidamente – fazer parte daquilo tudo e ser o tal mundinho que o casal tanto queria. “Mas essa mulher vai precisar entender que não é sobre todas as variáveis que se pode ter controle. É preciso deixar o mistério acontecer sozinho”. Pensou isso e mergulhou no oceano que a levaria até o ventre da mulher, onde ela seria magicamente transformada numa pequenina – mas não menos forte – bolota.
Bolota tem uma presença forte. A mulher que a recebeu tem uma predisposição inata a perceber logo alguma mudança que ocorre em seu organismo (mesmo achando algumas vezes que ele pode falhar). E logo de cara, bem rápido, ela sentiu a presença de bolota. 
Pelos cálculos humanos – e segundo o que uma outra mulher, de jaleco branco, disse – bolota tinha a “idade gestacional” (que nome engraçado, pensava bolota dentro da barriga) de 6 semanas, no dia da consulta. No dia seguinte, a mulher foi a um outro consultório para tentar marcar uma teleconferência com bolota. Descobriu, ali naquela pequena recepção, que poderia entrar imediatamente para realizar a teleconferência, pois bolota já estava na linha aguardando – e o moço que faria a ligação também. Com um convite desses, a mulher não teve como recusar. Aceitou de pronto. Quando deitou para começarem a teleconferência, o moço diz pra mulher: “ainda não dá pra ver o embrião (e aqui uma pausa que durou até o natal daquele ano, tão longa que foi), você está de 4 semanas”. Enquanto a mulher-mamãe ficava muito confusa com essa informação, querendo saber se estava tudo bem, e enquanto o moço assegurava que “sim, está tudo bem, e olha só, está implantado no útero, certinho, volte daqui umas 2 semanas para fazermos de novo”, a pequena bolota apenas ria dentro da sua casinha aquática. “Eu estou aqui, não estou?! Porque eles tem que ser mais apegados a números do que ao fato de que estou bem? Tss tss, ainda tenho muito a ensinar à essa minha mamãe”.” Fim do primeiro episódio da novela: A vida de Bolota.
E aí, meninas, o que acharam da minha história? Completamente baseada em fatos reais, juro. O tal exame “surpresa” aconteceu na quinta-feira. E eu não sei mais se estou com 7 semanas (que eu faria ontem), ou se essa semana vou entrar na 5°. A sensação de “voltar no tempo”, assim bem literalmente, que me acometeu quando ouvi as palavras qua-tro-se-ma-nas foi surreal, vocês não imaginam o quanto. Deu até um medinho de algo estar errado, mas já passou.
Posso ter ovulado mais tarde e, por isso, estar de 4 semanas? Sim, posso. Meus ciclos sem o AC estavam em mais de 30 dias (o último tinha sido 34). Mas em abril eu nem menstruei. E depois, fiquei pensando: Meu Deus, como eu descobri tudo cedo então, né?! Se as contas do ultra estiverem certas, descobri com 3 semanas!! Que teste de farmácia poderoso esse, hahaha E o meu feeling apuradíssimo também, tenho que dizer.
Bom, não sei. Não sei se faço outra ultra antes da próxima consulta, ou se espero pra ver o que cada médica (a EO da Casa Angela e a outra médica que vou passar em paralelo) tem a dizer sobre isso. 
O que eu já tirei desse primeiro impasse foi: meu corpo realmente é poderoso, tô confiando nele! E essa minha mini bolota já apronta, né?! Como não amar, minha gente?
E enquanto bolota decide de são 7 ou se são 4 semanas, hoje eu fui ter a primeira conversa com a mulher que será a minha doula (quer dizer, agora já é! rs)! Linda, gente! A conversa durou pouco mais de 1 hora. Falamos de tanta coisa, foi muito bom!!! Como ainda estou muito no comecinho da gestação, não vamos entrar de cabeça nos atendimentos ainda. O próximo será mês que vem, e seguirá assim até a 20° semana, mais ou menos, que passará a ser quinzenal. E depois semanal. Estou feliz por tê-la comigo, vou me sentir muito mais segura durante toda a caminhada, tenho certeza.
E por aí, como andam as coisas? 
Volto em breve com mais papo – inclusive como (não) foi o dia da Mães por aqui.
E para cenas dos próximos capítulos da  minha novela, é só aguardar mesmo. 
Anúncios

25 Comentários

Arquivado em bolota, dúvida, doula, história, primeiro trimestre

25 Respostas para “A história da pequena bolota

  1. Mari, agora entendi pq vc não sabia de quantas semanas estava.
    É possível sim descobrir a gravidez com 3 semanas, você provavelmente teve ovulação tardia, por isso estava achando que estava de 7 semanas.
    Mas o mais importante é que sua bolota (adorei o apelido e a história…hehe) está bem, está no lugar certinho =)
    Bjuss

    Curtir

  2. Ai, Má! Essas contagens tão me deixando confusa, hahhahaa
    mas agora estou falando que vou entrar na quinta semana agora. Ô confusão!! haha
    Enfim, vamos ver o que as médicas dirão disso, né?! 😛

    Só chamo de bolota agora, depois que vi aquela bolotinha mínima no ultra, ahushausaushauhs

    E você, ainda ansiosa? Agora estamos juntas na contagem, né?! hahaha

    Beijo beijo!

    Curtir

  3. Isso é bem confuso srrs mais os medicos dirão certinho, mt saude para vc e a bolotinha ou o bolotinho rsrsr bjs!

    Curtir

  4. Ansiosa é pouco Mari…hehe, mas estou tentando me controlar, afinal Deus está no controle.
    Sim, sim, agora estamos juntas na contagem =D, quem nascerá primeiro?!Rsrs
    Bjuss

    Curtir

  5. Adorei a historinha, Mari, que fofa a sua Bolota… já pregando peças na mamãe, hein???

    Fique tranquila e confie no teu corpo, viu? Ele sabe o que tem que fazer e quando tem que fazer, então, se o exame marcou 4 semanas, tudo bem. No próximo, vc confirmará se estará com 6 semanas mesmo, ou, se estará com 9! =)

    De uma coisa tenha certeza: está tudo bem! Vc está bem, está feliz, teu corpo está bem, está nutrindo alguém e tudo conspira a favor.

    Fique com Deus, boa semana para vc e para Bolota!

    Curtir

  6. Eu tb acho que completo 5 semanas na quarta!!
    Estamos quase do mesmo tempo, que legal !!

    Pra falar a verdade eu ainda estou apreensiva, qualquer fisgadinha que sinto me dá pânico !!

    Adorei a historinha!!

    beijos

    Curtir

  7. super confuso mesmo, haushausa
    mas estou calma (por enquanto, hausha)

    Obrigado!! :))

    Beijinho!

    Curtir

  8. É uma Bolota danadinha, Dani! Já tô me preparando, hahaha

    Amém, amém!! Também acredito que está tudo bem conosco. E se eu estou sentindo isso já é o primeiro sinal de confirmação, né?! ^^
    Obrigado pelo carinho sempre!! Mesmo!

    Boa semana pra você e pra Lalá também!!
    Beijos!

    Curtir

  9. Eu estava sentindo esses medos na semana que descobri, há quase duas atrás. E passa, viu, Suzy!! Pode acreditar.
    Mas como disse minha médica; se sentir que tem que descansar, descanse! Seu corpo agora é que manda, rsrsrs.

    Vamos juntas (você, a Má e eu) nas mesmas semanas, hehe! Muito legal isso, vamos conversar um monte!

    Beijo beijo!

    Curtir

  10. Aii Marina, que confusãozinha né! Eu me perco nessas coisas de semanas, é difícil pra caramba. Nos meus sonhos de gravidez (não) planejada, eu só descobriria com umas 8 semanas. Mas pra uma pessoa que sabe, pesquisa e quer saber cada vez mais, acho meio impossivel me perder em 2 meses né :/ hahaha

    Mas ó, tá tudo lindo com vocês. Embrião no útero já é sinal de que bolota achou direitinho sua casinha né? E pode esperar, que agora serão muitas surpresas, uma atrás da outra. O importante é que tu está bem, se sentindo bem e sentindo sua bolota aí com você, bem grudadinha.
    E quanto mais tempo sabendo que a bolota tá aí, melhor hein. Já vi tanta mamãe reclamando que sente muita saudade de ter o bebê dentro de si, e que queriam voltar pra aproveitar mais. Coisa booa que tu vai ter mais tempo pra curtir, pensa assim 😀

    Beijo e Feliz dia das mãeeeeeeees!

    Curtir

  11. Hehehe!
    Não tem mesmo como não amar a bolotinha travessa! Adoro criança espevitada!! hahaha
    Beijos nos dois! =)

    Curtir

  12. É, Ni, descobrir só com 8 semanas é meio difícil pra quem é bem atenta, hehe. Mas quem sabe, né?! 😉

    Verdade! Dizem que depois a gente sente falta da barriga e tal. Quando o cara do exame falou “4 semanas” a sensação que eu tive de “poder começar de novo” e “voltar literalmente no tempo” foram bem estranha, eu diria, hahaha
    E agora eu tô relaxada, sabe! A bolota tá aqui, isso que importa, rsrs.

    Beijo beijo!

    Curtir

  13. É demais de espevitada essa minha bolota, Gabi! Já tô me preparando, hahahha

    Beijo beijo!

    Curtir

  14. Adorei a historinha da sua bolotinha! E se o medico da ultra estiver certo vc descobriu super cedo, que legal!
    Beijão!

    Curtir

  15. Muito legal a historia da bolotinha…adorei….Fiquei curiosa sobre como(não) foi o dia das mães…rsrsrs…vem logo contar…bjs!!!

    Curtir

  16. Que criativa e doce essa novela! rs
    Espero ansiosamente os próximos capítulos!

    Saúde e tranquilidade pra vcs!
    Bj

    http://cartaparaacegonha.blogspot.com.br/

    Curtir

  17. Amei a hitória da bolotinha amada!

    Beijo que Deus abençoe tua gestação!

    Curtir

  18. Aiii, que amor, bolota!!!! Titia já ama!!! <3
    Saudades, Má!

    Curtir

  19. ADOREI isso aqui, ja vi que vou ter muitas figurinhas para trocar!
    Também estou no comecinho e ainda nen fui na medica, to ansiosa hahaha1

    Vem conhecer o meu também!
    http://rafaellanamaternidade.blogspot.com.br/

    Beijos

    Curtir

  20. Super cedo mesmo, né Sra Patty? Mas confesso que ainda me confundo quando vu me lembrar de quantas semanas estou, hahaha

    Beijo!

    Curtir

  21. Obrigado, Graci!! :))
    Acabei de postar falando um pouquinho do dia das mães (usei como gancho pra dizer outras coisas, na verdade, hah)

    Beijos!

    Curtir

  22. Ei, MMaria! Obrigado mesmo!!

    Venha sempre nos visitar, será ótimo!
    passo lá no seu cantinho também já já! 🙂

    Beijão!

    Curtir

  23. Obrigado, Cacau!!
    amém amém ^^

    Beijinho em você e um cheirinho no pequeno, que está muito fofo! ^^

    Curtir

  24. Nana, saudade também!
    quero mais conversas no face, hahaha

    Beijão!

    Curtir

  25. Rafaella, muito obrigado pelo comentário!
    Dá uma ansiedade mesmo esse comecinho, né, é uma coisa, menina! haha
    Mas a minha já passou (acho que é pq já fui ao médico e tal)…

    Passo lá sim!

    Beijo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s