“Da próxima vez…”

Tenho pensado em parto esses dias. Elena nasceu – parabéns, Nivea querida!! Que emoção ler o seu relato!! A Nana também escreveu o dela, e hoje postou sobre o chá de bençãos (que ela não teve, rs). Fora as outras amigas que pariram no último ano. Eita coisa mais gostosa! Inclusive, sobre o chá de bençãos, me peguei pensando que “da próxima vez vou fazer um pra mim”.

Opa! Alguma coisa aconteceu. Acho que vejo uma pontinha de querer ali escondida, se remexendo na moita, cansada de ficar escondida.

Quando eu pari a Agnes, nos dias que se seguiram eu tinha certeza que não daria conta de passar por um puerpério de novo. “Posso parir mais 10 vezes, mas passar por isso é horrível, não quero mais não!” No auge do meu cansaço eu falei isso. Foi pesado, gente. Abalou as estruturas mesmo. Definitivamente, não me sinto a mesma depois de tudo que passou. E ainda bem, né. Quer dizer. Agora, mais de 6 meses depois, tenho coragem de falar “ainda bem”, óbvio (essa é a primeira vez que penso assim, aliás, rs). Antes era “ainda bem? Cê tá louco? Ainda bem é o caral***”. Sem contar que durante um tempo eu tinha cer-te-za que nunca daria conta de duas crianças. Imagina que louco dar conta de dois, jesuis! Não, obrigada. Então tá, a Agnes vai ser filha única, tá decidido. Decidido. Ouviu?

Mas aí os dias foram passando e o tempo, esse fanfarrão, foi fazendo o seu trabalho. Muito devagar, que foi pra eu não perceber e sair correndo. Ele ainda está fazendo, na verdade, não terminou, não. Ainda sinto um arrepio de pensar no assunto. Mas se eu já consigo vislumbrar uma próxima vez, é porque a roda tá girando.

Minha sobrinha ficou aqui em janeiro e eu disse que estava fazendo estágio pra ser mãe de duas. Quase surtei em vários momentos, mas não foi o caos nos 30 dias, não. só em 29. Era muito fofo ver as duas brincar juntas, interagindo. E ela me ajudou com a Agnes nos momentos de choro no bebê conforto (já contei que ela simplesmente odeia aquela cadeira vermelha? Pois é.), fazia palhaçada pra ela rir… e funcionava!! Aí eu vi vantagem! Aí eu gostei demais, hahaha.

Enfim. Um dia de cada vez, não é? Ainda não estou planejando o próximo bebê, calma. Minha fofolete ocupa minha cabeça – meu tempo, minha vida – em tempo mais do que integral. Não tenho tempo nem de arrumar a casa, imagina de pensar em outro bebê? Mas há vislumbre. Um horizonte. Um arco-íris. Ali adiante. Não dá pra dizer onde, só dá pra saber que ainda tá longe, mas já começo a ver.

IMG_5344.JPG

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Sem categoria

8 Respostas para ““Da próxima vez…”

  1. hahaha
    Bem assim Mà!
    Eu tb jurava que Thomas seria filho único e tal, mas aí a gente começa a ver a Carol com o Lucas e Luiza, Nivea com Erik e Elena e aí ,começa a planejar o segundo!
    Acho q rola uma amnésia dos 3 primeiros meses! Kkkk
    Bjok

    Curtir

  2. Luciene Asta

    Eu fiquei 12 anos na negação do segundo filho. Exatamente, 12 anos ! rs Eu acho que me arrependeria tanto se tivesse um filho só. Pensa só, não é bom ter irmãos? Vai privar a Agnes disso? rs

    Curtir

  3. Obrigada, Marina. Olha, meu pós-parto do Erik também não foi dos mais fáceis. Eu sabia que não teria outro na sequência, que não queria passar por aquilo de novo, mas mesmo assim sempre soube que teria outro filho. Dessa vez, pelo menos por enquanto, tem sido muito diferente. Só aqueles primeiros dias de sangramento e dores me incomodaram, mas hoje estou tão bem que até esqueço que acabei de parir. Tanto que já tenho vontade de ter outro (apesar de que já decidimos que não engravidarei novamente) .Tem horas que também me pergunto como vou cuidar de dois, e da casa, e de mim, mas tenho certeza absoluta que tudo se ajeita. Tudo no seu tempo…
    Um beijo

    Curtir

    • Oi, Nivea!
      Eu sempre disse que teria mais de um filho também. Quando eu vi a intensidade da coisa foi que eu momentaneamente mudei de ideia, hasuhasuhasa. Mas enfim, tá passando, rs.
      Ah, olha lá, há luz no fim do túnel, que maravilha! haha. Quem sabe eu não tenha uma experiência mais tranquila da segunda vez, né? Vou me apegar nisso, haha.
      Que ótimo que está se sentindo bem, isso é muito bom. A coluna melhorou, então? 😀 Ah, com certeza você conseguirá dar conta de tudo, sim, pode acreditar.

      Beijo grande pra vocês!

      Curtir

  4. Ai Má, às vezes me sinto a maluca da vez. Meu puerpério foi tranquilo, mais do que eu imaginava. Agora é que o negócio tá pegando! Antes de engravidar do Bento e acho que até lá pelos 9 meses dele, afirmava que ia ter 3 filhos. Agora afirmo, dia sim, dia nao, que ele vai ser filho único… Rs!
    Não quero que ele cresça sem irmaos, mas o negócio tá meio tenso! Hahaha!
    Aliás, semana que vem volto pra casa. Vamos marcar nossa tarde de conversas e comprinhas? 🙂
    Bjs

    Curtir

    • Acho que todas nós (a maioria, pelo menos) acaba pensando nisso uma hora ou outra, né Loroca? Pelo que percebo é quando a coisa tá tensa a valer, hasuhaushuahs. E vamo que vamo, que essas quiança ainda deixa a gente maluquinha da silva, hehe.

      Siiiim! Tô indo viajar agora no carnaval e na volta combinamos, certo? Vamos nos falando lá pelo face 😀

      Beijo grande!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s