37 semanas de Liz

37 semanas hoje, Brasil!

Minha peixinha que tanto dança e remexe aqui na barriga pode nascer a partir de hoje, se quiser. Ah, coração! Sendo bem sincera: que puta frio na barriga que eu estou sentindo.

Essa gravidez foi tão diferente que é como se fosse a minha primeira vez. Não sei explicar exatamente o motivo, mas me vem muito essa coisa do novo mesmo, do medinho do desconhecido, do não saber lidar, do estar apaixonada pela ideia (e realidade) de ter um bebê nos braços. Fico pensando como é que vai ser, como vamos nos adaptar e nos moldar com essa nova pessoa que está chegando.
Sem contar que eu sou outra também, né. Senti tudo de jeito novo, que algumas vezes nem entendi. Mas sim, está sendo maravilhoso.

Por outro lado, óbvio que foi não é a primeira, vide o taaanto de demanda que tive que atender nesses meses todos. Não sobrou muito tempo pra ficar curtindo barriga de pernas pro ar, criando expectativa, pesquisando tudo nas internets – coisas que super fiz grávida da Agnes. Estamos em 37 semanas e agora que vou arrumar as roupinhas na cômoda. Roupinhas essas que foram compradas na semana passada – a maioria delas, quero dizer. Bebê conforto: não temos. Carrinho: não temos. Bercinho ou algum lugar específico pra ela dormir: não temos. E aquele papo naturalista de “ah, nem precisa disso, berço é inútil, acaba dormindo na cama”. Sim, minha gente, eu sei. Mas quando a gente já tem uma pessoinha de quatro anos que não só tem vindo direto pra cama dos pais, como quer dormir no meio, ocupa um super espaço e ainda joga as pernas e os braços em cima da gente como se estivéssemos lutando. E quando você pensa na delicadeza de um recém nascido. E que não vai dar pra proibir a irmã de vir ficar perto. Nem de ensinar desde o dia 01 a mais nova a se defender. Então sim, você sabe que neste caso é mais do que necessário um lugar específico pra ela, com algum tipo de limite físico. É uma questão de sobrevivência na selva mesmo, hahaha.

Mas, como eu a tenho sentido cada vez mais perto, vamos finalizar tudo esse fim de semana, pra não ser correria demais.

Não registrei praticamente nada dessa vez, mas pode ser que ainda role inspiração, vai saber. Mesmo depois que ela nascer, né. Tem regra, não.

Por ora, fico aqui oscilando entre arrumações, saídas para espairecer e descanso, muito descanso. Porque até isso está diferente: a barriga pesando mais, mesmo parecendo menor, rs. Mas acho que corri tanto nos outros meses, que agora o corpo está pedindo muito por pausas e cuidado. E eu atendo.

Logo mais eu volto com mais notícias e palavras.
Quem quiser mandar good vibes, amor, axé e toda sorte de bons sentimentos pra esse combo de final + parto + pós parto, pode demais. E agradecemos muito também, por toda companhia e amor compartilhado.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Sem categoria

2 Respostas para “37 semanas de Liz

  1. Aline Pimentel

    Ah que amor…tão bom vivenciar tudo como se fosse a primeira vez. Que Deus abençoe a chegada da pequena Liz. Que seja tranquilo…que seja doce.

    Curtir

  2. Uau!!!
    Gravidez dos outros passa voando!!!!
    Que Liz chegue plena!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s